Desvendando os Astros

Autotransformação e despertar espiritual

guiados pelo autoconhecimento

  • Facebook Desvendando Astros
  • Instagram Desvendando Astros
  • YouTube Desvendando Astros

e fique por dentro de todas as nossas novidades e promoções! 

Cadastre seu e-mail

Lei do Karma: sofrimento ou aprendizado?

March 26, 2018

 

Alguma vez na sua vida você já deve ter ouvido a respeito de Karma. Muitas pessoas associam essa palavra a algo ruim, penoso, algum sofrimento que precisam passar por que merecem.

 

Karma em sânscrito significa ação. Quer dizer que todas as nossas ações estão submetidas a uma lei universal de causa e efeito, conhecida como Lei do Karma. Tudo o fazemos gera uma energia que voltará para nós com a mesma intensidade a qual foi emanada.

 

A Lei do Karma nos ensina que estamos conectados com tudo o que existe e que a maneira como pensamos, falamos e agimos resultará nos acontecimentos da vida em que levamos e do ambiente que nos cerca. Sendo assim, conhecer sobre ela significa possuir um poder muito grande de mudar sua realidade e ignorá-la pode causar algumas dificuldades.

 

TUDO TEM UM PORQUÊ

 

Um dos grandes ensinamentos do Karma é o de que não existem coincidências, pois tudo é resultado de quem somos e do que fazemos. Também não estamos o tempo todo sendo punidos pela vida, ela nos trata como a tratamos e isso se encaixa em absolutamente todas as situações, como trabalho, relacionamentos e até nossa saúde.

 

Por exemplo, todas as pessoas que cruzaram seu caminho foram convidadas por você, de um jeito ou de outro. Inclusive aquelas que você não aprecia a companhia ou que parecem não te fazer bem, sua energia emanada as atraiu. 

 

AUTORESPONSABILIDADE

 

Agora que você conhece essa dinâmica do Universo, tenho certeza que conseguirá olhar para a própria vida e entender o motivo das coisas serem como são, as felizes e as não tão agradáveis.

 

Frente a essa situação, cabe a todos nós, através do livre arbítrio, fazermos uma escolha. Podemos negar nossa responsabilidade por tudo o que atraímos e continuarmos nos comportando como vítimas do destino, culpando a todos por nossos problemas, perpetuando o sofrimento e rejeitando qualquer aprendizado.

 

Por outro lado, podemos assumir o controle de nossa vida, transformando cada aspecto que nos faz sofrer a partir de bons pensamentos e boas ações, gerando o que podemos chamar de bom karma. Não há como apagar o passado e fingir que ele não existe, mas podemos perdoar a nós mesmos e reconhecer o aprendizado, para seguir em frente construindo uma nova história para nossa caminhada nesse mundo.

 

VIDAS PASSADAS

 

Quando pensamos sobre Karma é preciso estender nosso estudo para além da realidade que conhecemos. Você já parou para pensar, por exemplo, por que algumas pessoas têm vidas tão difíceis, enquanto para outras tudo parece ser muito fácil?

 

Isso acontece, pois, a Lei do Karma não começa a atuar apenas no nascimento e termina com a morte, ela nos acompanha através dos mundos e dos nossos diversos nascimentos e mortes.

 

Esse conhecimento faz com que muitos comecem a se questionar a respeito de quem foram e o que fizeram em uma existência anterior, enquanto esquecem do que precisam fazer no momento e lugar da jornada em que se encontram.

 

Quer saber quem você foi em uma existência passada? Olhe para sua existência presente. Ela é reflexo de toda a caminhada de sua alma. Procure não se comparar com as pessoas, você nunca sabe o que o outro está passando e foi colocado nesse mundo, dessa maneira, para seu aprendizado e crescimento. Seja grato e faça o melhor dessa vida que recebeu de presente.

 

SOFRIMENTO X APRENDIZADO

 

Só conseguimos realmente transformar algo em nossas vidas, quando compreendemos o porquê de estarmos em determinada situação. Acontece, porém, que muitas vezes sofremos pois nos recusamos a aprender, a entender o recado.

 

Se você ainda enxerga o Karma como algo ruim, você ainda não conseguiu entender o que ele está tentando te dizer. Olhe para dentro de você, compreenda de onde vem aquilo que te incomoda, perdoe, agradeça e assim você poderá seguir em frente e se libertar.

 

Enquanto permanecermos ignorando o sofrimento, fingindo que ele não existe, estaremos presos a roda do Karma, enfrentando as mesmas situações, até que a lição seja compreendida.

 

Libertar-se de um Karma é despertar, é acordar da ilusão de que somos todos vítimas do mundo e de que a vida é algo ruim que nos pune da maneira que bem entende. Você é o único responsável pela vida que leva e o único com o poder de mudá-la. Abrace sua vida, aceite suas lições, cuide de si mesmo, de suas palavras, ações e energia, para que você possa colher coisas boas e que te façam feliz.

 

 O QUE É DHARMA?

 

Dharma significa as boas condições em que nascemos, presentes que recebemos nessa vida, dons. Por exemplo, nascer em uma família legal, que facilita e impulsiona seu crescimento.

 

É necessário que tenhamos consciência de nossos Dharmas e que os utilizemos da melhor forma para o cumprimento de nosso propósito nessa existência. Caso utilizemos estes presentes do Universo para fazer mal ao mundo e a nós mesmos, estaremos, mesmo que a partir de um Dharma, gerando um Karma.

 

AUTOTRANSFORMAÇÃO

 

Quando compreendemos como funcionam essas ferramentas do Universo, nos tornamos conscientes a respeito do porquê estamos nesse mundo.

 

Nascemos dessa vida por um propósito, para aprender algo fundamental para a caminhada de nossa alma. Nada é por acaso, todas as coisas que nos acontecem nos são necessárias para o aprendizado, e elas continuarão acontecendo até entendermos a lição que elas carregam consigo.

 

Então abrace sua caminhada, da maneira em que ela é. Aceite os dons e desafios e todos os ensinamentos que os acompanham. Seja grato por ter essa oportunidade de evoluir espiritualmente de maneira profunda. Seja gentil consigo mesmo, seu espírito e seu corpo físico. Seja gentil com todos aqueles que o cercam, com a natureza e todas as coisas. Assim transformamos nossa vida. Assim vencemos o sofrimento e geramos o bom Karma que nos acompanhará por essa existência e tantas outras.

 

Você não é vítima do Universo, meu amigo. Você está aqui por um plano de amor, para voltar à sua essência e reaprender a amar. Qualquer que seja o desafio, esse é o seu porquê, sua razão de ser. Cuide do que planta para colher o que te faz feliz, pois já dizia o ditado “a semeadura é livre, mas a colheita é obrigatória”.

 

Sugestão de Vídeo: “O Porquê do Sofrimento – Laércio Fonseca” (Youtube)

 

_______________________

 

Gostou do post? Deixe sua opinião nos comentários! E se quiser conferir mais posts relacionados a autoconhecimento e espiritualidade nos siga nas redes sociais através do Instagram, Youtube e Facebook.

 

Te vejo lá!

 

Namastê,

Sabrina.

 

 

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Rituais de Fim de Ano: aprenda a utilizar o poder dos chakras e cristais

December 26, 2018

1/4
Please reload

Posts Recentes