Seres da Nova Era: Quem são as crianças índigo e cristal?

August 3, 2018

 

Muitas pessoas acreditam que a nossa existência está limitada apenas a essa vida. Acreditam que quem somos hoje é influenciado apenas pela nossa primeira infância e as memórias e relacionamentos que temos desde essa fase. O que resulta em uma série de perguntas sem respostas quanto a certos comportamentos, opiniões, conhecimentos e talentos que as crianças apresentam desde os primeiros anos de vida.  

 

Acontece que, conforme acreditamos aqui no Desvendando, todos nós, antes de estarmos nesse corpo, sempre fomos almas que já passaram por diversas experiências e existências e que estamos vivendo no planeta Terra, nesse momento, para que possamos aprender e evoluir.  

 

Sendo assim, uma criança, mesmo que tenha acabado de nascer, já traz consigo, no registro de memórias de sua alma, uma série de conhecimentos, talentos, desafios e crenças, pois não se trata de um ser que está começando sua jornada, mas de uma alma que está aqui de passagem para cumprir algum propósito.  

 

Quanto mais nos dedicamos a espiritualidade e ao autoconhecimento, mais nos tornamos conscientes da imortalidade de nossa alma e do nosso propósito nesse planeta de aprendizado. Dessa maneira, também aprendemos a nos relacionar com as crianças presentes em nossas vidas, pois agora elas não são apenas seres que tudo tem a aprender, mas que também muito tem a nos ensinar e a contribuir para o mundo. 

 

A NOVA ERA

 

Observe o mundo a sua volta, as pessoas com quem você se relaciona, suas escolhas de consumo, suas oportunidades de aprender. É quase impossível não notar que estamos um período de grande mudança.  

 

É preciso reconhecer que o Brasil em que vivemos hoje, mesmo que ainda tenha coisas a melhorar, é um país que nos proporciona acessar informação de maneira livre, ou pelo menos de maneira menos repressora do que na época de nossos ancestrais.  

 

A grande quantidade de informações disponíveis e a internet faz com que tenhamos acesso a diversos conhecimentos, nos dando a chance de, no mínimo, nos questionarmos sobre os conceitos que sempre ouvimos e tomamos como verdades.  

 

Estamos, cada vez mais, buscando sair da ilusão de Maya e nos percebendo como almas imortais e cheias de amor incondicional. Estamos compreendendo aos poucos nossa conexão com a natureza que nos cerca e encontrando novas formas de nos relacionarmos uns com os outros e com o planeta. Sem conceitos duais e pré estabelecidos, sem uma série de regras impostas por “verdades” que já não nos servem mais.  

 

A Nova Era é esse movimento de almas inquietas em busca de seu propósito e de quem realmente são. Com essas almas encarnadas no planeta é possível ver uma grande mudança vibracional na Terra como um todo, que se reflete em todas as esferas de nossa vida.  

 

AS CRIANÇAS DA NOVA ERA 

 

Dentro dessa grande transformação que estamos vivendo, aqui começaram a chegar espíritos dispostos a continuar essa evolução. Almas que não estão a frente do seu tempo, mas que estão no tempo certo, acompanhando o ritmo que essa realidade precisa e que chegaram para que provoquemos mudanças ainda maiores em todos os setores. 

 

Essas almas, ainda crianças, já não se mostram mais conformadas em absorver qualquer “verdade” que os adultos e a escola querem impor. Elas querem saber os porquês. Elas se questionam.  

 

Essas crianças, cheias de sonhos, e desapegadas de mágoas e culpas que os adultos ainda insistem em carregar das suas experiências, já parecem naturalmente compreender esse mundo. Elas já demonstram amor incondicional por tudo e todos a sua volta. Elas já respeitam a natureza. Elas já não se conformam com regras que as querem obrigar a ser quem não são. Elas já lembram de outras existências, são muito sensíveis a energia e intuitivamente inteligentes. 

 

CRIANÇAS ÍNDIGO E CRISTAL 

(Aqui utilizamos a nomenclatura do livro: Evolução Espiritual na Prática de Bruno Gimenes e Patrícia Cândido) 

 

Você já deve ter ouvido falar nessas palavras índigo e cristal. São expressões usadas para esses seres nascidos na Nova Era, de acordo com geração a que pertencem, ou seja, de acordo com quando aqui chegaram. 

 

As crianças índigo, por exemplo, já são adultos, pois aqui nasceram por volta dos anos 70. Foram os que primeiro chegaram para quebrar conceitos que continuavam sendo aceitos e repetidos por muitos e muitos anos, e estão diretamente ligados as evoluções tecnológicas.  

 

Existe também a geração de transição, que são as crianças nascidas no início dos anos 90, até o início dos anos 2000. Essa geração trouxe uma mistura de energia das crianças índigo e cristal (geração seguinte). Esses seres possuem conhecimento a respeito do mundo material e do mundo sutil, sendo por muitas vezes a ponte esses dois mundos. Por estarem entre essas duas energias, muitas vezes se sentem incompreendidos e podem parecer um tanto rebeldes.  

 

Os anos 2000 nos trouxeram as crianças cristal. Seres de grande sensibilidade, que já possuem um contato maior com sua intuição. Além de conseguirem compreender os sentimentos das outras pessoas. São inteligentes, comunicam-se por telepatia e mudam completamente a energia do lugar em que se encontram.  

 

Você conhece alguém assim ou se encaixa em alguma dessas características?  

 

AS NOVAS ENERGIAS E A HUMANIDADE 

 

Com essa mudança vibracional provocada por esses novos seres que aqui chegaram, será necessária uma mudança profunda em todas as áreas de nossa vida. É preciso que haja uma reforma em nosso ensino, nossa política, nosso relacionamento com a natureza.  

 

Essas crianças da Nova Era continuam a ser recebidas nas escolas e na família da mesma maneira que era feito há anos atrás. Muitas vezes ainda temos as mesmas expectativas para as crianças agora nascidas, do que nossos pais tinham para nós e nossos avós tinham para nossos pais.  

 

É preciso que o mundo esteja preparado para compreender essas novas almas que aqui estão chegando. Para que elas se sintam acolhidas e possam se desenvolver, aprender e ensinar da melhor forma.  

 

Lembre-se de quando você era criança e das vezes em que seus questionamentos não foram bem recebidos e você se sentiu incompreendido e até perdido, achando que seu lugar não era aquele. Todos nós estamos aqui por um motivo, esse é o lugar o qual precisamos estar nesse momento. Por que não fazer dele um lugar seguro e harmônico para receber essas novas almas e para que elas não se sintam perdidas como muitas vezes nós nos sentimos?  

 

Respeite as crianças que o cercam, que estão em sua família ou no seu grupo de amigos. Esteja aberto para o que elas têm para lhe ensinar. Compreenda-as como seres que acabaram de chegar do plano espiritual, estiveram lá há menos tempo que nós e tem muito a compartilhar.  

 

Mantenha em seu coração a verdade de que cada ser humano é um universo e não existe maneira única de se comunicar ou de educar alguém. Assim esses novos seres se sentirão livres e felizes para contribuir com o mundo de acordo com seus propósitos de existência. 

 

Gostou do texto? Para acompanhar mais papos sobre a Nova Era, autoconhecimento, espiritualidade, além de previsões astrológicas e post inspiradores, nos siga nas redes sociais através do nosso InstagramFacebook e canal do YouTube

 

Nos vemos lá! 

 

Namastê, 

Sabrina 

  

Referências do conhecimento contido nesse texto: "Evolução Espiritual na Prática - Bruno J. Gimenes e Patrícia Cândido"

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Rituais de Fim de Ano: aprenda a utilizar o poder dos chakras e cristais

December 26, 2018

1/4
Please reload

Posts Recentes